Estudos Integrados do Potencial de Recursos Naturais de Mato Grosso do Sul

Projeto em Convênio com o IBGE – 1988

Este projeto constitui-se de uma avaliação dos recursos naturais do Estado, qualificando-os e quantificando-os, seguido de uma análise integrada e mais aprofundada dos conhecimentos geoecológicos e de avaliação de uso, com vista a fornecer subsídios ao Governo Estadual para uma ocupação territorial ordenada, ou seja, com um aproveitamento racional de seus recursos, adequado aos limites impostos pelas suas potencialidades e pelo equilíbrio ambiental.

SUB-PROJETO

  1. Macrozoneamento Geoambiental do Estado de MS

Objetivo: Avaliar os Recursos Naturais disponíveis e aprofundar conhecimentos geoecológicos do Estado, com vistas à otimização das ações do Governo na racionalização da Ocupação do seu território e no aproveitamento econômico desses recursos, observando-se as limitações impostas pelo equilíbrio ambiental.

Produtos Gerados:

– Relatório contendo 242 páginas; e

– Mapas na escala 1:1.000.000:

Solos – Foram descritas neste mapa as classes de solos que ocorrem no Estado, dando-se ênfase ao seu conceito central, abrangendo suas características e propriedades e muitas vezes específicas da área em estudo.

Vegetação – mapeamento baseado no aspecto fisionômico-ecológico, destaca as regiões fitoeológias, as formações dominantes e quando possível, as sub-formações, pois as atividades antrópicas as descaracterizam.

Aptidão Agrícola das Terras – Este mapa tem como objetivo principal, demonstrar a avaliação do solo para uso com lavoura (três sistemas de manejo) pastagem plantada, silvicultura e pastagem natural. Nesta classificação são representadas as classes das terras (solo, fatores climáticos e relevo) das unidades de mapeamento (associações de solos), estruturadas em grupos, subgrupos e classes de aptidão agrícola.

– Avaliação do Potencial dos Recursos Naturais – A representação cartográfica da avaliação do potencial dos recursos naturais, engloba principalmente as seguintes categorias de uso: lavoura, pastagem plantada, pastagem natural, silvicultura, exploração florestal, exploração mineral e proteção. Quando a ocorrência for pontual ou apresentar outro tipo de utilização será mostrada através de convenções adicionais.

Avaliação do Potencial Geoambiental – As descrições das características das Regiões, Geossistemas e Geofácies, bem como os problemas ambientais pertinentes a cada Geossistema, encontram-se no texto legenda.

2 – Susceptibilidade a Erosão da Macrorregião da Bacia do Paraná

Objetivo: Trabalho desenvolvido no ano de 1992, com o objetivo de levantar a susceptibilidade erosiva do solo na porção Leste do Estado de Mato Grosso do Sul, fornecendo um diagnóstico da predisposição natural à erosão das terras, abrangendo toda a Macrorregião da Bacia do Paraná, num total de 222 mil km²

Produtos gerados:

– Relatório contendo 277 páginas. e

– Mapa de susceptibilidade à erosão da Bacia do Paraná, na escala 1.1.000.000.

http://www.servicos.ms.gov.br/semade_download/